Banhos difíceis

Acabou o gás. Durante o 3º banho da manhã o gás acabou e sobrou uma M. ensaboada da cabeça aos pés, a tremer de frio.

Salvou-nos a chaleira eléctrica da avó que veio emprestada no inverno para os sacos de água quente, e por cá ficou esquecida. Certamente já não volta. Aquecia a chaleira, misturava com água fria que estava num panelão enorme, e enquanto o F. tentava tirar a espuma, eu fazia o papel de chuveiro com uma panela!

Senti o que seriam os banhos de antigamente, e percebi como devemos dar valor a coisas tão simples como um esquentador, a funcionar claro.

As M’s acharam a maior graça e foi motivo de festa na casa-de-banho.

Quem não ficou tão bem, fui eu, que tinha que lavar o cabelo. Nada que um bom rabo de cavalo não resolva, e saltamos a lavagem para amanhã.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: